Brasil 2×1 México, resultado e análise

Jogando com um a menos o 2º tempo inteiro, seleção brasileira se supera e vence o México com direito a gol de Ronaldinho Gaúcho, que não marcava há 4 anos

Crédito - terra.com.br

Com um jogo sofrido e de virada o Brasil venceu o amistoso contra o México por 2×1 ontem em Torreón. Jogando o segundo tempo inteiro com um jogador a menos após a expulsão de Daniel Alves no primeiro tempo a equipe de Mano Menezes demonstrou garra e superação ao conseguir virar o jogo sobre a equipe mexicana e emendar o quarto jogo sem saber o que é derrota.

Crédito - terra.com.br

O México tocava bem a bola no começo do jogo e tentava explorar a velocidade de seu principal jogador, o atacante do Manchester Chicharito Hernandez. E logo aos nove minutos a equipe mexicana abriu o placar com um gol contra de David Luiz e poderia ter saído com um 2 a 0 para o intervalo se não fosse Jefferson defender o pênalti de Guardado. Aliás, pênalti bobo cometido em Chicharito por Daniel Alves, que foi expulso ao tomar o segundo amarelo.

Com um jogador a menos, a vitória mexicana parecia questão de tempo, mas não foi o que aconteceu. Com lampejos do craque que é, Ronaldinho Gaúcho, depois de 4 anos sem marcar com a camisa da seleção brasileira, aos 33 minutos do segundo tempo, fez uma bela cobrança de falta e empatou o jogo. Mas o destaque do gol de Ronaldinho vai para a lambança cometida pela zaga do México que saiu tocando a bola na defesa, errou, e teve que cometer falta em Neymar na entrada da área.

O gol de empate deu um ar de superação aos jogadores brasileiros que jogavam com um a menos e 5 minutos depois do empate, aos 38, o lateral do Real Madrid Marcelo fez grande jogada individual, tabelou com Neymar, invadiu a área e soltou a bomba sem chances para o goleiro Sánchez. O gol de Marcelo é praticamente um repeteco dos gols que ele faz com a camisa do Real, dribles curtos e rápidos, tabela, e chutes certeiros. Para mim não há nenhum lateral melhor que Marcelo para vestir a camisa titular na esquerda.

Crédito - terra.com.br

Aos 48 minutos Ronaldinho foi aplaudido de pé pelos torcedores e mostrou que ainda é a grande referência do futebol brasileiro fora do país. Fim de jogo e a equipe brasileira apresentou melhora em relação aos jogos anteriores, mas principalmente demonstrou garra, vontade e um desejo de vencer fundamental para quem veste a camisa amarelinha.

Meus destaques são as atuações do lateral Marcelo que logo logo vai tomar conta da lateral esquerda e outra grata surpresa é o goleiro Jefferson. É impressionante como a camisa da seleção caiu bem no goleiro botafoguense, que vem demonstrando uma segurança acima da média embaixo das traves brasileiras.

Inclusive acho que no momento atual Jefferson deveria ser o titular da seleção, a camisa 1 deveria ser dele e não do Júlio César, que também é um baita goleiro, mas comparando as fases e as atuações recentes, sem dúvida nenhuma para mim o goleiro do Botafogo seria o titular.

Crédito - terra.com.br

A única coisa que me intriga é Mano Menezes continuar apostando em Fernandinho, Luiz Gustavo e deixar Hernanes no banco. O jogador da Lazio precisa ter mais oportunidades e emendar uma sequência de jogos com a camisa da seleção para demonstrar seu potencial. Tenho certeza que se o técnico brasileiro der mais oportunidades para o ex-jogador do São Paulo, ele fará por merecer e tomará conta da posição de segundo volante, que continua sem dono.

Gostei do jogo de ontem pela emoção que ele proporcionou apesar de achar que essa seleção precisa ainda de muitos ajustes para se tornar o time ideal para uma Copa do Mundo.

O próximo compromisso da seleção agora é em novembro, dia 10, quando o Brasil enfrentará o “fortíssimo” Gabão, em Libreville, na África. Como esse período de novembro tem duas datas Fifa, dia 14 provavelmente o Brasil fará outro amistoso, e o que tudo indica será contra o Egito, em Doha, no Qatar.

Confira os gols da partida:

Mauricio Moura

About these ads

»

  1. Jeferson José

    na época em dunga era técnico da seleção, diziam que se colocasse um cone no lugar não faria diferença……pois em campo os atletas davam conta do recado.

    o dunga pode até não ser bom treinador, mas acertava nas convocações……

    hoje, com mano menezes, mesmo sendo um treinador razoavel, este não consegue nem convocar direito…..hoje não tem na seleção do mano, 1 só jogador que honre nossa bandeira…..são todos pipoqueiros.

    Responder
  2. isso ae brasil

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: